E dá-lhe Post-It…

Muito tempo livre + tédio sem fim + boa dose de criatividade + acesso ilimitado a Post-Its de várias cores = Sticky Note Experiment!

 

Ainda tento isso no escritório!

Anúncios

6 perguntas para se fazer

Vi esse link no Favoritos e achei muito legal! Seis perguntas para a gente se fazer e responder, e pra parar de perder tempo!

Nunca é tarde para a gente parar, pensar e mudar algumas coisas! Afinal, ” o que se leva dessa vida a não ser a vida que se leva”?

Super sincronia

Kate Nash deve ser uma das cantoras que eu mais estou curtindo ultimamente. E hoje estava ouvindo ( e bailando) ao som dos Black Kids – Not gonna teach you boyfriend how to dance, outra música que adoooooro!

Pois os anjos musicais resolveram fazer um presente para mim, com Kate Nash cantando a tal da música dos Black Kids!

Ouve só:

E se tiver afim de sacudir um pouco mais, a versão original aqui.

E tem ainda o Hurricane Jane, para sacudir um pouco mais!!

Acho que foi a Carol que me mostrou pela primeira vez esse som! Thanks Carol!

Por um mundo “color blind” !

Eu tinha visto esse vídeo em uma aula de marketing e adorado, mas não sabia mais como achá-lo, até que vi no blog  Meninas da Chocolate.

Esse comercial da Petronas (empresa petroleira do governo malásio) usa o marketing de responsabilidade social para se comunicar com o público, ao invés de apenas mostrar os produtos. Esse tipo de marketing é usado para posicionar a marca na mente dos consumidores e mostrar a preocupação que as empresas têm com questões sociais relativas ao ambiente em que está atuando. Uma forma de aproximar a empresa da comunidade.

A Malásia tem grandes problemas de preconceito racial. É formada por várias etnias e imigrantes, principalmente da China e India; mas a maioria malásia tem muito mais direitos que os outros grupos, e conflitos políticos  e entre os cidadãos são muito comuns, devido à discriminação.

Esse filme ganhou Leão de Ouro em  Cannes e, apesar de simples, transmite de uma forma leve ( e muito fofa) a mensagem.

Além da questão do preconceito, outras mensagens que acho que o filme passa:

1) Não se subestime: muitas vezes, por causa da opinião dos outros (ou até nossos próprios preconceitos) as pessoas se acham inferiores ao que realmente são.

2) Quem tem boca vai a Roma: não adianta achar que sabe o que os outros pensam. Deixe o medo para lá, e vá atrás dos seus sonhos.

3) Nâo ligue para a censura dos outros. Só você sabe o que é melhor para você!

Mais alguma?

Essa mesma campanha da Petronas tem outros vídeos no Youtube com Tan Hong Ming e seus amigos:

Who’s your friend?

What’s race?